quinta-feira, 2 de abril de 2009

Receitas

Quanto custa competir na F1?



Para começar, para competir na F1 é necessário que o piloto possua a Superlicença da FIA. É uma exigência da FIA. Custa, em média, 200 MIL Euros. Por Piloto (e só pode ser obtida por quem já fez carreira no Automobilismo em categorias homologadas pela FIA). Não sei ao certo quem paga, mas creio que é o piloto. Na F1, nenhuma equipe paga os salários dos pilotos. Quem o faz são os patrocinadores. Por exemplo, no tempo do Ayrton, a Marlboro, Shell e o extinto banco Nacional (que com o tempo, foi ficando com a menor fatia do pagamento do salário). No último ano de Senna na Mclaren (1993), ele ganhou a bagatela de 1 milhão de dólares por corrida, um verdadeiro absurdo na época (no famoso Race-by-Race contracts, que a principal e única cláusula era: no money, no race. Deveria ser depositada a importância antes de cada GP na conta do piloto).

Vamos à parte mais prática da coisa: peças, acessórios e recursos humanos.

Motor: Geralmente é fornecido por um patrocinador do ramo dos motores. Por exemplo, a McLaren, atualmente é patrocinada pela Mercedez-Benz, que fornece os engenhos à escuderia (aliás, que se chama Vodafone McLaren Mercedez). Dividir o nome da escuderia com o patrocinador "maior" é prática comum na F1. Quem não lembra da Canon Williams Renault de Prost em 93?Vamos aos números: extraídos do livro "Os Arquivos da Fórmula 1", de Lemyr Martins (1999).

Câmbio: 1.800 dólares cada engrenagem. Sete velocidades, com 30 relações disponíveis.
Carenagem: confeccionadas em fibra de carbono, 6.200 dólares o conjunto, pronto para instalar.

Suspensão: Triângulo de suspensão em titânio - 140 dólares. Usa-se em torno de 50 por temporada.

Freios: Conjunto de 4 discos em fibra de carbono e pastilhas - 5.260 dólares, dois jogos por GP, um para o qualifying e outro para a corrida. Tubo de resfriamento: 780 dólares cada. Usa-se um par, uma unidade em cada lado dos freios dianteiros.

Peças de reposição (miscelânea):
150 dólares em porcas e parafusos, por corrida, por carro.
Braçadeira de radiador - 55 dólares. Usou-se 150 unidades na temporada de '98.
Comando de arranque externo (em torno de 50 por ano) - 18 dólares.
Pedal de freio em fibra de carbono - 310 dólares
Filtro da bomba de gasolina - 3, 10 dólares.
Fibra de Carbono - 85 dólares o metro quadrado (para a confecção de um chassi gasta-se em
torno de 2 mil metros quadrados).
Tubulação de óleo - 203 dólares.
Tubulação de combustível - 108 dólares.
Tanque de combustível (confeccionado em material especial, deformante e a prova de vazamento) 7200 dólares.
Placa de madeira e materiais compósitos no fundo do carro - 1540 dólares.


Salários: Varia mais que bola de plástico (já experimentou dar um chutão numa bola de plástico, daquelas tipo "dente de leite"?). Em 1999, Schumacher embolsou só de salário algo em torno de 25 milhões de dólares contra 4,5 milhões de dólares do seu companheiro de equipe na época, Eddie Irvine. Damon Hill, no ano em que foi campeão do mundo embolsou em salário algo em trono de 12 milhões de dólares. Após ser demitido, foi contratado pela Jordan para ganhar a metade. Os "peões" tem salário bem mais módicos, por exemplo:


Diretor técnico: 64 mil dólares mensais. Aqui há exceções também. Dizia-se "a boca pequena" que Adrian Newey, na McLaren, em meados dos anos 90, faturava US$ 3,5 mi/ano.
Projetista: 30 mil dólares mensais.
Engenheiro de corrida (um por piloto): 22 mil dólares mensais.
Engenheiro Asisstente: 11600 dólares mensais.
Engenheiro de Motor: 48000 dólares mensais.
Engenheiro técnico de corrida: 7000 dólares mensais.
Mecânico de corrida: 4400 dólares mensais.
Mecânico assistente: 3400 dólares mensais.
Mecânico especialista em chassi (fibra de carbono): 4200 dólares mensais.
Mecânico responsável pelo carro de corrida: 7200 dólares mensais.
Cozinheiro chefe no autódromo: 3000 dólares mensais.
Motorista dos caminhões da equipe: 2400 dólares mensais.
Assistente de Motor-Home: 2500 dólares mensais.









Um comentário:

  1. Nice Blog
    I enjoy this blog

    Pls visit my blog at:
    http://dalvindoorlando.blogspot.com

    Best Regard,
    OrLaNd
    @@@ INDONESIA @@@

    ResponderExcluir

Este é o momento mais gratificante do blog. Deixe seu comentário e faça um blogueiro feliz!